Estudo para mapear ISTs chega em Iraí

0
8

O Projeto Atitude, estudo pioneiro coordenado pelo Hospital Moinhos de Vento para mapear o comportamento, as práticas e os cuidados da população em relação às Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs), está no município, até a quarta-feira, dia 10 de novembro, aplicando questionários e realizando exames de HIV, sífilis e hepatites B e C.

O principal objetivo do projeto é identificar os motivos pelos quais o RS aparece em primeiro lugar nos casos de HIV e outras ISTs no país.

É a primeira vez que uma pesquisa desse tipo acontece no Brasil e o município de  Iraí  recebe as equipes que estão recrutando voluntários para a pesquisa.

De acordo com a epidemiologista Eliana Wendland, que lidera o projeto, “a estratégia é facilitar o acesso das pessoas aos testes sorológicos. Responder a essas entrevistas é fundamental para identificação de grupos de maior risco e para o desenvolvimento de estratégias de prevenção direcionadas a estas populações”.

O Projeto Atitude irá percorrer 56 municípios do Rio Grande do Sul. A coleta de dados se iniciou em dezembro de 2020 e, devido à pandemia, foi interrompida até agosto deste ano. A iniciativa é desenvolvida em conjunto com o Ministério da Saúde, por meio do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (PROADI-SUS), e conta com a parceria da Secretaria Estadual da Saúde.
As equipes — compostas por entrevistadores e um coletador de material biológico — foram treinadas, e os profissionais estão identificados com colete e crachá com foto e um QR Code que pode ser scaneado para que as pessoas que estão sendo visitadas tenham a certeza de que a equipe faz parte da pesquisa. Também é possível conferir a identidade dos pesquisadores pelo telefone (51) 3537-8092.