Defesa Civil Municipal alerta para o consumo consciente de água

0
69

A Coordenadoria Municipal da Defesa Civil solicita que a população evite o desperdício de água em virtude da estiagem. Em diversas localidades já  falta água até mesmo para o consumo humano. Alguns institutos de meteorologia apontam que nos próximos 15 dias não deverão ocorrer precipitações significativas.

Dicas para a utilização consciente de água:

– Tome banhos rápidos. Alguns autores afirmam que, se você se ensaboar com o chuveiro desligado, é possível economizar cerca de 130 litros de água. Além de economizar água, economiza-se também energia elétrica;

– Lembre-se sempre de fechar a torneira enquanto escova os dentes ou faz a barba;

– Não limpe a calçada com água. Caso seja necessário, utilize baldes e opte por água que já foi utilizada, como a água da máquina de lavar;

-Atenção aos vazamentos! Essa atitude, além de economizar água, evita danos ao imóvel;

– Cuidado com as torneiras que ficam pingando. Estudos indicam que um pequeno pinga-pinga provoca a perda de cerca de 16 mil litros de água por ano;

-Fique atento à descarga e se esta não está desregulada. É importante também evitar apertar o botão por um longo período de tempo;

– Ao encher a caixa da água, tome cuidado para que ela não transborde;

–  E você possui piscina em casa, lembre-se sempre de manter uma cobertura sobre ela para evitar a perda de água por evaporação.

– Ao lavar a louça, primeiro procure retirar o excesso de sujeira e somente depois ligue a torneira. Enquanto estiver ensaboando a louça, evite ficar com a torneira ligada;

– Junte várias peças de roupas para que a máquina seja usada sem desperdício;

– Lave o carro apenas uma vez por mês e use sempre um balde com água. O uso de mangueiras pode provocar um desperdício de mais de 500 litros de água a cada meia hora.

– Reutilize água da máquina de lavar. Essa água não é própria para o consumo, mas pode servir para as plantas, lavar o quintal e dar descarga. Essa ação ajuda ao planeta e alivia o seu bolso na hora de pagar as contas.

Fonte – Dicas: IFMG